Entenda como funciona os rastreadores de carro

Entenda como funciona os rastreadores de carro

Especialmente nas grandes cidades, o roubo de veículos tem se tornado um problema cada dia mais comum na rotina das pessoas. Essa desagradável situação tem exigido muita atenção por parte dos proprietários e seguradoras, além da adoção de medidas para minimizar os riscos de perda do bem, como é caso da instalação de rastreador de carro.

O rastreador de carro é uma tecnologia bastante efetiva no que se propõe e, muito além de indicar a posição do automóvel, esse equipamento também tem um papel importante na redução de custos na contratação de um seguro, por exemplo.

Atualmente, existem diferentes modelos e tecnologias de rastreadores veiculares, cada um com a sua forma de operação, vantagens e desvantagens. Para que você conheça melhor esse equipamento, preparamos este artigo explicando o funcionamento e os tipos de rastreadores mais comuns.

Continue com a leitura e confira!

O que é o rastreador de carro?

De maneira simplificada, esse rastreador nada mais é do que um dispositivo físico de geolocalização que é instalado no veículo, cuja função é emitir um sinal e indicar a sua posição exata a uma central de operações.

Na prática, esse é um equipamento pequeno, instalado em local de difícil acesso — para que não possa ser removido com facilidade, em caso de roubo ou furto do veículo —, e que se comunica com antenas em solo, ou satélite, a depender do tipo de tecnologia empregada.

Como opera um rastreador veicular?

O funcionamento do rastreador de carro pode variar conforme a tecnologia utilizada. Geralmente, os modelos mais comuns no mercado se baseiam em radiofrequência e em sinal de GPS. Vejamos, a seguir, como cada um deles funciona!

cotação seguro

Rastreador via radiofrequência

Nesse tipo de equipamento, a posição do veículo é informada a partir da comunicação do rastreador que vai instalado no carro com antenas posicionadas em solo. Assim, por meio da triangulação do sinal, é possível saber o local exato em que o dispositivo está enviando a radiofrequência.

A vantagem desse rastreador é que ele consegue enviar o sinal até mesmo em locais fechados e cobertos, o que não é possível, por exemplo, com o modelo que utiliza GPS. Por outro lado, a sua desvantagem é a necessidade de estar ao alcance das antenas em solo, o que limita a captação do sinal às áreas cobertas pelas torres.

Rastreador via GPS

O GPS é uma tecnologia mais moderna, a qual trabalha com a comunicação do sinal via satélite, garantindo uma cobertura bem maior do que a oferecida pela radiofrequência. Assim, o rastreador via GPS pode operar em diferentes localidades, especialmente em locais abertos, em que não há interferência no sinal — essa, inclusive, é a sua principal vantagem.

No entanto, o modelo GPS também tem suas fragilidades. Uma delas é a maior interferência no sinal. A exemplo, se o veículo entrar em um túnel ou em um galpão fechado, a comunicação pode ser perdida, dificultando a localização em caso de roubo.

Qual a importância do rastreador de carro?

Além da proteção e redução dos riscos de perda do bem, em razão da possibilidade de se localizá-lo de maneira rápida e precisa, existem outros pontos que motivam a instalação desse tipo de tecnologia. A exemplo, pode-se citar o custo acessível de instalação e manutenção e, ainda, a redução no valor do prêmio do seguro.

No que se refere ao seguro, é importante lembrar que algumas seguradoras condicionam a sua contratação à instalação do rastreador e acabam cobrando menos por esse serviço. Além do mais, o fato de o automóvel ter o rastreador, um mecanismo adicional de proteção do bem, faz com que o valor pago a título de prêmio do seguro — isto é, o seu custo para o contratante — seja mais baixo, visto que os riscos de roubo e não recuperação do bem são atenuados.

Por fim, o rastreador de carro, como vimos, é uma tecnologia bastante vantajosa para o usuário, tanto em questão de proteção do automóvel quanto em relação à contratação do seguro. Logo, sua utilização é bastante recomendada.

Gostou deste artigo? Tem interesse em aprender mais sobre seguro auto? Aproveite e confira nosso artigo sobre esse tema!

consorcio ebook
15 Shares:
Talves goste