Conheça os 3 tipos de financiamento de carros

Conheça os 3 tipos de financiamento de carros

Comprar um automóvel é o grande sonho de muitos brasileiros, mas é importante se planejar e pensar nas diferentes formas de pagamento. Como se trata de um grande investimento, é preciso encontrar a melhor maneira de não comprometer tanto seu orçamento. Nesse sentido, um financiamento de carro pode ser uma ideia muito atrativa.

No post de hoje, vamos apresentar os três tipos mais comuns de financiamento. Vamos destacar algumas características e vantagens de cada um, para você começar a comparar. Confira!

1. CDC (Crédito Direto ao Consumidor)

O CDC é um tipo de empréstimo feito por uma instituição financeira, como um banco. Nele, você já pode utilizar o carro logo após a compra e até tem a permissão de deixá-lo em seu nome, mas o veículo fica alienado à instituição. Assim, não é permitido vender o automóvel nem incluí-lo em nenhuma transação enquanto o financiamento não acabar.

Os prazos e juros são negociados entre o comprador do carro e o banco, sendo que as taxas dessa modalidade costumam ser as mais elevadas do mercado. Isso acontece, dentre outros motivos, pois são acrescidas taxas como o Imposto sobre Operação Financeira (IOF) e a Taxa de Aprovação de Crédito (TAC), comuns a operações de crédito.

Caso o cliente adiante o pagamento de parcelas, é possível conseguir descontos consideráveis. Em casos de inadimplência, por sua vez, o veículo pode ser retirado do comprador, indo a leilão.

2. Leasing

Também conhecido como “arrendamento mercantil”, no leasing o veículo fica no nome da instituição financeira que realiza o empréstimo. É apenas quando o financiamento chega ao fim que o comprador tem a opção de registrá-lo como sua propriedade, mas é preciso ficar atento a alguns detalhes.

Nessa modalidade, não é tão interessante quitar todas as parcelas antes do prazo estabelecido, já que pode haver multa de rescisão de contrato. Além disso, caso o prazo de quitação fique entre o 3° e o 24° mês, você precisará indicar uma outra pessoa para transferência, pois o automóvel não poderá ficar em seu nome. É preciso se inteirar adequadamente sobre esses e outros detalhes, para evitar problemas.

simular financiamento

Uma das grandes vantagens desse tipo de financiamento é que as taxas de juros costumam ser mais baixas que as do CDC, principalmente por que não há incidência do IOF. Entretanto, fora os detalhes citados anteriormente, é preciso lembrar que o veículo, como não estará registrado em seu nome, será mais facilmente tomado em casos de inadimplência.

3. Consórcio

Neste financiamento, o cliente entra para um grupo de consorciados onde cada um paga uma parte do valor do veículo. Uma vez por mês uma dessas pessoas é sorteada e recebe o automóvel. A partir daí, as condições, registros e exigências de aprovação do crédito passam a ser semelhantes as do CDC.

Também é possível adquirir o carro por meio de lances. Em todo caso, porém, nessa modalidade é preciso ser paciente e não ter pressa, já que não se tem certeza sobre quando você conseguirá o veículo.

Não há incidência de taxas de juros nesse financiamento, mas há a taxa de administração, realizada pela administradora do grupo e do fundo de reserva. Em casos de inadimplência antes da aquisição do automóvel, o nome do participante não vai parar no SPC. Além disso, caso você desista de participar antes de conseguir o bem, pode ceder seu lugar no grupo a outras pessoas.

Quando todos do grupo estiverem com seus carros, pode ser dividido o valor remanescente que foi investido, se houver. Vale lembrar que as taxas e valores pagos não são fixos, já que dependem das variações do valor do veículo, dentre outros fatores.

Seja qual for o tipo de financiamento escolhido, é fundamental ficar atento a taxas e outros valores, pois eles costumam variar de acordo com cada instituição. Antes de fazer uma escolha ou fechar um negócio, pesquise bastante, se informe, converse com quem já participou desses processos e com profissionais de confiança. Assim, você identifica a sua melhor opção!

Esperamos ter ajudado a entender um pouco mais sobre os tipos de financiamento de carro! Você já conhecia algum deles? Está pensando em iniciar algum? Conte-nos nos comentários!

consorcio ebook
13 Shares:
Talves goste