Cálculo de seguro de carro: quais critérios são levados em consideração?

Cálculo de seguro de carro: quais critérios são levados em consideração?Cálculo de seguro de carro: quais critérios são levados em consideração?
cálculo de seguro de carro

No momento da contratação de um seguro, diversas perguntas costumam ser feitas a respeito do veículo e do condutor, entre outras. Essas questões são importantes para o cálculo de seguro de carro, pois compõem as variáveis que determinarão o preço final a ser pago pelo contratante.

Conhecer os fatores utilizados pelas seguradoras para definir o preço do seguro facilita muito o entendimento do que está sendo contratado. Em geral, esses aspectos estão por trás das diferenças apresentadas nos orçamentos feitos para duas pessoas que têm o mesmo tipo de carro.

Continue a leitura e conheça os critérios levados em conta para o cálculo de seguro de carro!

Valor do veículo

Existe uma relação direta entre o valor do veículo e o do prêmio (preço do seguro) a ser pago. Assim, durante o cálculo para o contrato, quanto mais caro for o seu carro, maior deverá ser o desembolso a ser realizado com o seguro auto.

De todo modo, é natural que seja dessa maneira. Afinal, se você perde o carro em um sinistro, a seguradora deverá fornecer outro.

Para esse fim, o cálculo é feito utilizando um percentual sobre o valor de mercado do veículo que está sendo avaliado, com base na tabela FIPE. Porém, outras variáveis associadas ao veículo também podem afetar diretamente o preço do seguro.

Assim, o modelo do carro tem influência no valor final, afetando o dimensionamento do risco que lhe é atribuído. Por exemplo, alguns veículos, ainda que mais baratos, são mais visados nas ocorrências de furto e aumentam o risco de perda, elevando o valor do seguro.

Perfil do condutor

O perfil do condutor principal do veículo se relaciona diretamente com os riscos envolvidos. Por essa razão, na hora do cálculo do seguro, alguns critérios são considerados na caracterização do usuário.

Idade

Segundo as estatísticas de acidentes, a relação é inversa entre a idade e a ocorrência de sinistros. Desse modo, quanto maior a idade do condutor principal, menor o risco de perdas e, portanto, mais barato ficará o seguro.

Experiência no trânsito

Assim como a idade, o tempo pressuposto de experiência no trânsito também é fator de avaliação. Para esse fim, pode-se levar em conta a data da emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Sexo

Os números também não se enganam quando se trata do sexo do condutor: mulheres se envolvem em menos sinistros que os homens. Assim, levam vantagem na hora da definição do valor do seguro.

Estado civil

O estado civil costuma afetar as atividades e o comportamento da pessoa no trânsito. Nesse sentido, casados tendem a ser mais estáveis e com menores riscos de sinistro e, por essa razão, são melhor avaliados levando o custo para baixo.

Histórico de ocorrências

Um sistema unificado pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) permite conhecer o histórico de ocorrências em que se envolve todo motorista. Desse modo, cada evento eleva o score negativo nos registros da pessoa, tornando o seguro mais caro para aquele condutor.

Coberturas contratadas

Existe uma cobertura básica, comum a quase todos os seguros de veículos. De modo geral, garante proteção contra acidentes, incêndio e furto ou roubo, embora algumas seguradoras incluam ainda a cobertura contra enchentes.

cotação seguro

No entanto, existe uma infinidade de outras coberturas que podem ser adicionadas ao seguro que está sendo contratado. Cada item incluído na apólice vai gradativamente alterando o valor final do prêmio.

Desse modo, é importante verificar que itens são realmente necessários e devem compor o elenco de coberturas contratadas. Esse é mais um motivo pelo qual é essencial dispor das facilidades de uma plataforma de confiança que ofereça cotação online.

Local de pernoite

O local de pernoite, isto é, o endereço onde o veículo fica estacionado durante a noite é uma variável considerada pelas seguradoras, principalmente em grandes cidades. Essa prática resulta da existência de regiões onde o risco de furtos e roubos é mais elevado.

Com esse intuito, costuma-se fazer referência ao CEP de pernoite. Dependendo da área referida, o valor do prêmio do seguro pode ser maior.

Para esse fim, considera-se o endereço propriamente mais que o fato do veículo estar em uma garagem ou estacionado na rua. O mesmo se dá com cidades menores que, de modo geral, apresentam um custo menor para as seguradoras (e, portanto, seguros mais baratos) do que grandes centros.

Utilização do veículo

A probabilidade de ocorrência de sinistros é diretamente proporcional ao tempo de utilização do veículo ao longo de um dia. Afinal, a exposição às situações de risco nesses casos é maior.

Assim, veículos comerciais que tendem a circular durante mais tempo, por exemplo, são mais suscetíveis e, por isso, fazem com que o preço do seguro seja maior. Geralmente, veículos utilizados com pouca frequência de deslocamento diário apresentam um seguro mais barato.

Da mesma forma, a finalidade do veículo, como transportar diariamente para a escola ou universidade, ou deslocar-se para o trabalho faz diferença na hora do cálculo. A intensidade de uso do veículo majora o valor do seguro.

Franquia

A franquia é a parte que cabe ao contratante pagar na ocorrência de algum sinistro. Assim, o seguro auto cobre o que ultrapassar o valor da franquia.

Por essa razão, quando se faz a opção por um valor de franquia mais baixo, o preço final do seguro será maior. Grosseiramente, pode-se dizer que, na prática, o que você não paga por mês, poderá ter que pagar quando acionar o seguro.

Existem 4 tipos de franquia comumente encontradas:

  • básica: caracterizada pelo equilíbrio entre o valor da franquia e o preço do seguro;
  • ampliada: franquia de maior valor, com redução no custo do seguro;
  • reduzida: franquia menor, com aumento no preço do seguro;
  • isenta: sem franquia, mas com custo do seguro bem mais elevado.

Assim, pode-se ver que o preço do seguro de carro se submete a inúmeras variáveis, fazendo com que cada caso seja diferente do outro. Avaliar os diversos fatores em que você está envolvido facilita o entendimento das diferenças de preço.

Um grande facilitador é poder contar com uma plataforma online especializada e de confiança, na qual você possa simular um seguro e avaliar quanto custaria. Para esse fim, considere as facilidades oferecidas pela plataforma da Youbo.

Gostou do artigo? Entre em contato conosco e tenha tudo o que você precisa sobre seguros para você e sua empresa.

consorcio ebook
19 Shares:
Talves goste