Tenho nome limpo mas não consigo cartão de crédito. E agora?

tenho nome limpo mas não consigo cartão de crédito
tenho nome limpo mas não consigo cartão de crédito

Não é segredo para ninguém que ter um bom nome na praça é determinante para a nossa vida financeira. Afinal de contas, um bom histórico abre várias portas, facilitando a nossa jornada de consumo. E é justo nesse momento que muitas pessoas esbarram em um dilema: tenho nome limpo mas não consigo cartão de crédito!

A frustração não poderia ser maior, não é mesmo? No entanto é importante saber que existem parâmetros ocultos para a aprovação de um pedido de crédito — e é justamente sobre isso que falaremos neste post! Então não perca tempo e acompanhe esta leitura!

O que está acontecendo se tenho nome limpo mas não consigo cartão de crédito?

Em um primeiro momento, você avaliou suas dívidas, negociou e deixou tudo perfeito, limpando o nome e removendo as suas negativações. Então você vai ao mercado em busca de crédito, pois está confiante de que será aceito nessa nova condição, certo? Errado.

Para a sua decepção, o pedido do financiamento, empréstimo ou cartão é imediatamente recusado. Mas, oras, o que pode ter acontecido, uma vez que o seu nome está limpo? Pois bem, caso tenha se encaixado nessa descrição, saiba que você não está sozinho! Afinal, essa é a experiência de muitas pessoas que acabam de sair da negativação.

Basicamente, isso acontece por uma questão de histórico financeiro. Em grande parte das vezes, uma negativação prolongada destrói o SCORE do consumidor, despencando uma pontuação de 900 pontos para até menos do que 200 — o que, por si só, já é uma situação bem problemática.

Pois veja, uma pontuação alta leva um bom tempo para ser construída, em que você passa anos nutrindo uma boa relação com o mercado, pagando suas faturas em dia, contraindo financiamentos e não pisando fora da linha. Em contrapartida, uma negativação é capaz de prejudicar esse histórico muito rapidamente.

Em um primeiro instante, isso pode soar injusto, mas aqui é importante entender o que é avaliado nas pontuações por um ponto de vista matemático. Nos principais bureaus de crédito do país, o Serasa e o Boa Vista SCPC, o SCORE é um índice de 0 a 1000 pontos que avalia a probabilidade de um cliente pagar as suas contas em dia.

Isto é, quanto maior a sua pontuação, maior o seu índice de confiabilidade para o mercado, porque são menores as chances de que você atrase — o que faz perfeito sentido quando você está indo bem. No entanto chegam os tempos ruins e tudo vai por água abaixo!

Digamos que, por uma dificuldade inusitada, você se atrapalha na gestão das suas contas e atrasa o financiamento automotivo, bem como as faturas dos seus cartões, para assim, priorizar o financiamento imobiliário. Nesse cenário, você está prestes a ser negativado por mais de uma empresa.

Quando isso acontece, a sua pontuação cai drasticamente, porque justo o que poderia acontecer de pior, aconteceu. Afinal de contas, esse é um parâmetro lógico: a equação o considera mais propenso à inadimplência quando você já está inadimplente.

Não apenas porque acabou de atrasar suas obrigações, mas justamente pela dificuldade financeira que você experiencia quando está negativado — ou seja, a própria estatística vai contra você nesse momento, e não por uma seletividade discriminativa, mas por uma condição matemática do que acontece com todos os consumidores.

Quando você sai dessa situação, quitando as dívidas e limpando o seu nome, o SCORE passa por uma transformação. Em vez de continuar caindo, ele estabiliza. Daqui para a frente, se inicia o trabalho de reconstrução dos seus pontos, em que o sistema avalia a regularidade dos seus pagamentos para, com o tempo, aumentar a sua pontuação.

Ou seja, você até pode ter o nome limpo no momento de solicitar um cartão, mas isso não significa que a sua pontuação esteja boa o suficiente para ajudar o seu pedido. Afinal de contas, a pontuação do SCORE é um indicativo direto da sua confiabilidade em relação ao mercado e, por isso, quanto menor, mais difícil de contrair qualquer tipo de crédito.

O que pode mudar essa situação?

Agora que você tem uma boa noção do que pode estar acontecendo com os seus pedidos, chega o momento de transformar esse cenário. Para isso, listamos quatro dicas pontuais, com impactos diretos e indiretos sobre a sua pontuação. Veja!

Evite atrasos

Esse conselho até pode soar óbvio, mas pelo número de negativados no mercado, está claro que não são todas as pessoas que o seguem. Além disso, falamos de todo tipo de atraso, tanto aquele que gera a negativação, acima de 1 mês, como os mais “inofensivos”, em que se extrapola o vencimento por uns poucos dias.

Pois veja, qualquer tipo de atraso já é suficiente para prejudicar o seu SCORE, seja com uma queda drástica por conta de uma negativação ou uma redução pequena por conta de um atraso. Isso acontece porque, todos os meses, as empresas reportam os dados de inadimplência dos seus consumidores.

Sendo assim, sempre que o seu CPF é reportado, mesmo que por um atraso pequeno, isso interfere no cálculo da sua pontuação. Como o atraso aconteceu uma vez, independentemente de sua gravidade, isso impacta na avaliação estatística da probabilidade de que você volte a atrasar no futuro.

Adote as funções Cadastro Positivo e Consumidor Positivo

Ambos os programas são iniciativas do Serasa e Boa Vista SCPC. O objetivo dessas plataformas é, com a autorização do consumidor, utilizar os dados positivos de seus cadastros para acelerar o aumento de suas pontuações.

Com essas novidades, o seu SCORE passa a considerar os aspectos positivos da sua relação com o mercado, e não apenas os negativos — como ocorre com os atrasos. Ou seja, sempre que você paga uma conta em dia, isso beneficia diretamente a sua pontuação.

Não comprometa grande parte da sua renda

Já aqui, temos uma dica que interfere indiretamente na qualidade do seu SCORE. Se você pega muitos financiamentos simultâneos, seja imobiliário, automotivo ou afins, isso significa que grande parte da sua renda está congelada apenas para arcar esses pagamentos.

Tudo bem, você pode ter uma excelente organização financeira! No entanto, caso 60% da sua renda esteja comprometida a essas obrigações, você tem uma margem de manobra muito baixa para lidar com situações de emergência — o que, inevitavelmente, aumenta sua probabilidade de inadimplência.

Não solicite muitos serviços de crédito ao mesmo tempo

Imagine que você é um sistema matemático que avalia padrões de risco e retorno. Bem, nesse caso, o que você pensaria de um consumidor que está pedindo cartões e empréstimos em várias instituições ao mesmo tempo?

Logicamente, concluiria que essa pessoa precisa de dinheiro, mas é o volume de seus pedidos que demonstra que ela está em uma situação de desespero. Por conta disso, fica claro ao sistema que é alta a probabilidade de que esse consumidor não tenha condições para arcar com os pagamentos de todos esses créditos.

Sendo assim, quanto maior o número de pedidos simultâneos, principalmente quando falamos de cartão de crédito, maior a dificuldade de que sejam aceitos — além do fato de que o próprio SCORE perderá alguns pontos, independentemente de você conseguir o cartão ou não.

Qual o impacto do SCORE na avaliação dos pedidos?

Como pôde ver, essa pontuação é determinante para o seu relacionamento com o mercado de crédito. Por isso, vale a pena entender o significado da escala de pontuação do Serasa Score. O sistema desse bureau avalia a probabilidade de um perfil atrasar uma conta em um intervalo de 12 meses. Veja:

  • consumidores pontuados de 0 a 99 contam com 96% de risco de atraso;
  • de 100 a 99, 93%;
  • de 200 a 299, 83%;
  • de 300 a 399, 45%;
  • de 400 a 499, 33%;
  • de 500 a 599, 25%;
  • de 600 a 699, 19%;
  • de 700 a 799, 15%;
  • de 800 a 899, 10%;
  • de 900 a 1000, 5%.

Por isso, sempre incentivamos os nossos leitores a consumirem de maneira absolutamente responsável, nunca se privando dos seus objetivos, mas sempre favorecendo a sua saúde e estabilidade financeira antes de qualquer outra coisa.

E aí, gostou deste post respondendo ao dilema do tenho nome limpo mas não consigo cartão de crédito? Então aproveite o momento para conscientizar os seus amigos e familiares sobre o tema, compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais!

1 Shares:
Talvez goste