Confira 4 dicas para parcelamento de cartão de crédito

Parcelamento de cartão de crédito: confira 4 dicas
parcelamento de cartão de crédito

Parcelar a fatura do seu cartão pode até ser uma alternativa válida quando o orçamento anda muito apertado, mas é preciso entender bem como tudo funciona para evitar mal entendidos e prejuízos no futuro. É por isso que, no artigo de hoje, resolvi te dar alguns toques sobre o parcelamento de cartão de crédito!

Se você quer que o parcelamento corra bem, sem complicar tanto o seu bolso depois, é importante conhecer as suas regras e as suas opções, além de ter algumas atitudes para manter o controle e a organização. Continue lendo e confira as dicas que separei sobre esse assunto.

Quais são as regras de parcelamento e como isso funciona?

Antes de qualquer coisa, vale lembrar que o mais indicado em toda situação é pagar o valor total da sua fatura. Assim, você evita o aumento dos custos nos próximos meses e se mantém mais organizado, com menos dívidas. Quando isso não for possível, porém, para não se tornar inadimplente é necessário informar ao banco que você pagará apenas uma parte da fatura neste mês.

Você terá, então, duas alternativas para quitar o restante do valor. Uma delas é entrar no crédito rotativo, que tem duração de 30 dias e, portanto, o restante da dívida será cobrado inteiramente junto à sua próxima fatura. Também serão acrescidos a esse valor os juros da fatura, os juros de mora e o IOF (imposto sobre Operações Financeiras).

Sua outra alternativa é, enfim, o parcelamento, no qual o valor da dívida será pago em prestações, que serão divididas nas faturas seguintes. Também há a cobrança de juros e de IOF nessa opção, mas as parcelas são fixas e a linha de crédito costuma ser mais barata.

É possível, ainda, fazer o parcelamento logo após o fim do rotativo, se não foi possível quitar a dívida nele. Alguns bancos já fazem isso automaticamente, mas é preciso ter atenção: para que isso seja permitido, é necessário seguir duas regras:

  • as condições devem ser melhores que a do rotativo;
  • o seu banco deve fornecer explicações e informações sobre o parcelamento com muita clareza e precisão.

A opção de entrar no rotativo, ou pagar o valor mínimo, é um tanto delicada e precisa de atenção. Vou explicar melhor sobre ela a seguir.

Como funciona o pagamento mínimo de fatura?

Quando não é possível realizar o pagamento integral da fatura, como vimos no tópico acima, você pode optar por pagar o valor mínimo ou um tanto a mais. O valor mínimo vem informado na própria fatura e, quando se opta por ele, você entra na modalidade rotativa, passando o restante da dívida para o próximo mês.

É preciso ter muito cuidado com o pagamento mínimo, pois normalmente ele contempla apenas o valor de juros. Isso significa que, no mês seguinte, com todos os acréscimos que comentamos, o valor a ser pago será igual ou maior que a sua dívida atual. Isso acontecerá mesmo se você não fizer nenhuma outra compra no cartão durante esse período.

simular financiamento

Muitas pessoas não conhecem essa informação e acabam se complicando com essas dívidas. Por isso, é fundamental se informar, compreender as normas e o funcionamento de cada processo e colocar tudo na ponta do lápis.

O que levar em conta no parcelamento do cartão de crédito?

Agora que você já conhece melhor suas alternativas para quando não é possível quitar toda a sua fatura, vamos às dicas para a opção do parcelamento. Confira!

1. Analise todas as opções

Antes de tomar qualquer decisão, é necessário conhecer todas as suas possibilidades. Avalie, por exemplo, se o parcelamento será fixo ou variável, quais as taxas de juros que serão cobradas e o período de tempo recolhido. Faça pesquisas de mercado e veja o que outros bancos costumam oferecer.

Lembre-se, ainda, que nem sempre se deve aceitar a primeira proposta do banco: é preciso analisá-la e conhecer suas vantagens. Quando você pesquisa e se informa antes de conversar com a instituição, já está mais preparado para compreender os pontos e negociar.

2. Evite acumular parcelamentos

Para não criar uma bola de neve com dívidas de parcelamento, essa dica é fundamental. O mais indicado é que você pare de usar o cartão até que tudo esteja quitado, para que o valor das suas parcelas não aumente ainda mais. É compreensível que imprevistos aconteçam, mas tome muito cuidado e só utilize o cartão se realmente não tiver jeito.

3. Olhe para o custo efetivo total

Antes de escolher como fazer o parcelamento, informe-se sobre o CET (Custo Efetivo Total) de cada uma das opções. Isso significa descobrir o valor total que você vai pagar, incluindo fatores como juros e impostos para além do valor da fatura em si. Assim, você fica mais consciente do que está envolvido e consegue decidir o que é melhor. Os bancos têm obrigação de informar o CET, então não deixe de perguntar.

4. Não ignore seu orçamento

Parece uma dica óbvia, mas muitas vezes as pessoas ficam tão ansiosas para quitar sua fatura que escolhem opções que prejudicam o orçamento depois, ou mesmo acumulam mais dívidas para o futuro. É compreensível que você queira resolver logo o problema, mas também é importante ser consciente na hora de escolher o seu parcelamento.

Considere o valor total, o número de prestações e como tudo isso se encaixa na sua realidade. Vale destacar que é preciso pensar também a médio e longo prazo: mesmo que você decida não gastar nada no cartão até quitar a dívida, não deixe de considerar que imprevistos podem acontecer. Sendo realista nesse momento, você evita mais dores de cabeça.

Caso nenhuma alternativa pareça adequada para sua situação, você ainda pode procurar a ajuda de um órgão como o Procon ou tentar negociar o máximo possível. Espero ter te ajudado com essas dicas para parcelar sua fatura. Para encerrar, vale lembrar que ainda existem outras opções, como o consignado e o aposentado. Não deixe de se informar sobre cada uma delas!

O que você achou dessas dicas sobre o parcelamento do cartão de crédito? Se ficou com alguma dúvida ou quer mais informações, é só mandar uma mensagem pelo WhatsApp!

consorcio ebook
Crédito com Veículo em Garantia
10 Shares:
Talves goste
Score
Mais

Como Aumentar o Meu Score

Vários brasileiros buscam bancos na esperança de ter aquele empréstimo para quitar débitos que possuem. Quem deseja ser aprovado, deve ter um ótimo score!