Como usar a regra de transição para garantir a aposentadoria?

Regra de transição? Com a mudança da previdência social, a opção disponível para os trabalhadores que estavam perto de se aposentar mas não conseguiram o direito de aposentadoria antes da reforma, será com as regras de transição.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Existem diversas opções de regras de transição, como a idade mínima progressivaa regra dos pontos e idade
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para escolher, vale contar com o apoio de um advogado especializado que poderá verificar o benefício mais vantajoso possível.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Quanto mais perto da aposentadoria o trabalhador estiver antes da reforma, menor será o esforço necessário para a obtenção da aposentadoria dentro dessa nova regra.

Já começaram a valer as novas regras de transição do INSS. Vale lembrar que elas estão mais rígidas, os beneficiários terão três transições e o INSS passa a pedir mais seis meses de contribuição ao trabalhador.

Saiba quais são os tipos de aposentadoria

  • IDADE MÍNIMA PROGRESSIVA

Nesta regra, será exigido para os homens no mínimo 35 anos de contribuição, e o usufruto do benefício começa a valer para quem tem  61 anos e seis meses de idade. Já as mulheres devem contribuir por no mínimo 30 anos e ter  56 anos e seis meses de idade.

Fgts Consiga
  • PONTOS

A exigência nesse caso também aumentou. A soma da idade e o tempo de contribuição geram pontos, que passam a ser de 87 pontos para mulheres e 97 pontos para homens.

  • IDADE

A aposentadoria por idade também teve aumento, porém apenas para as mulheres, que vão precisar ter 60 anos e seis meses de idade e 15 anos de contribuição. Os homens continuam a seguir os critérios de ter 65 anos de idade e 15 anos de contribuição.

Confira cada regra dos tipos de aposentadoria nesse artigo:

Conheça as novas regras para o INSS 2020

Fgts Consiga

Marcos Jr

Deixe um comentário

Voltar ao topo