Quer saber como é o empréstimo para negativados? Entenda aqui

Com a crise econômica e o nível alto de desemprego, vários brasileiros tiveram dificuldade para pagar as contas e acabaram endividados. Muitos continuaram sem ganhar dinheiro ou não guardaram o suficiente e não conseguiram quitar seus débitos. Por essas razões, boa parte da população do país configura-se como inadimplente (o famoso negativado).

Isso significa que o nome da pessoa e o CPF estão cadastrados em órgãos de restrição de crédito, por exemplo, o Serasa e SPC (Serviço de Proteção ao Crédito). É o popular “nome sujo” que é entregue às lojas e bancos para que eles fiquem cientes que pode haver prejuízo caso façam negócio com esse indivíduo.

Quando alguém se encontra nesse cenário, dificilmente será capaz de fazer compras parceladas, financiamentos e pode ter ainda o talão de cheques suspenso. Esse momento é quando a pessoa mais precisa de um empréstimo, mas é também a época mais difícil de obter um. Os bancos e as empresas financeiras têm receio de emprestar dinheiro para quem eles não sabem ao certo se vai pagar.

Conseguir um empréstimo para negativado não é fácil, mas é possível! Neste artigo, vamos mostrar quais são as possibilidades oferecidas para os inadimplentes e quais cuidados são necessários na hora de recorrer às alternativas disponíveis.

Tipos de empréstimo para negativado

Existe mais de uma opção para quem precisa de crédito pessoal e está com o nome inadimplente. Obter o consentimento dos bancos e firmas é uma tarefa árdua, mas se você estiver disposto a concordar com algumas garantias que as empresas pedem, o crédito pode ser liberado.

Empréstimo para negativado

Nessa categoria, umas das mais usadas, não é requerido nenhum bem material como garantia de pagamento. Ela é a concessão de dinheiro por instituições financeiras, mas com juros altos. Em alguns contextos, eles são superiores aos que são cobrados em cartões de crédito e em cheques especiais. Se o negativado se decidir por esse tipo, é imprescindível pagar as parcelas sempre em dia, porque se não o fizer, as taxas de juros são bem elevadas.

A empresa faz isso justamente para garantir que você vai devolver o dinheiro que pegou emprestado, pois o risco que ela está correndo ao conceder verba para quem está inadimplente também não é pequeno.

Por isso, deve-se tomar bastante cuidado quando pedir um empréstimo desses. Preste atenção no valor do CET (custo efetivo total) antes de assinar qualquer documento. Só pegue se você realmente for capaz de pagar todas as prestações, senão as chances de ficar ainda mais endividado são grandes.

Vale lembrar que para um pedido de crédito ser aceito, mesmo financeiras que estão acostumadas a fazer esse tipo de atividade, analisam as circunstâncias para saber se pegam ou declinam a solicitação. Se você for atendido, o tempo para receber o dinheiro muda de acordo com a instituição.

Empréstimo consignado

A segunda opção é pedir um empréstimo consignado. Qualquer um que seja aposentado, pensionista do INSS, servidor público ou funcionário que trabalhe em uma empresa que tem convênio com a Caixa Econômica pode solicitar esse serviço (incluindo aqueles que se encontram negativados). Nesse modelo, o pagamento é descontado da folha de pagamento do trabalhador ou dos benefícios, no caso de aposentados e pensionistas.

Como a certeza do recebimento aqui é maior, os juros são mais baixos. Essa opção é, aliás, uma das mais rápidas e baratas do mercado atualmente. Outra vantagem é que as parcelas têm valores fixos. Antes de decidir-se por esse tipo de empréstimo, pense no seu salário e nessas prestações que terá que pagar mensalmente. Avalie se é possível viver só com uma parte do seu ordenado e prepare-se para fazer economias. Afinal, o objetivo é quitar seus débitos e não fazer outros, certo?

Além disso, a Caixa Econômica autoriza o FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço) a ser utilizado para liquidar as parcelas, o que dá mais segurança ao assalariado e ao banco, porque caso o primeiro perca o emprego, o valor da dívida continuará sendo quitado.

Refinanciamento de veículo

Outro gênero de crédito pessoal é com a garantia de veículo. Nesse caso, seu automóvel pode ser tomado pelo credor se você não cumprir com o combinado. O refinanciamento do veículo, como é conhecido também, tem como vantagem as taxas de juros mais baixas se comparadas com um empréstimo para negativado comum.

São várias as ofertas desse modo de pegar dinheiro emprestado, por isso, existem diversas taxas com custos diferentes. Sendo assim, o correto é pesquisar e decidir qual se encaixa melhor na sua situação. Aliás, dependendo do seu carro, talvez não compense fazer esse negócio, porque o valor do empréstimo é proporcional ao preço do seu automóvel. Ou seja, quanto mais antigo ele for, pior serão seus juros e condições, pois ele diminui de preço a cada ano. Se for um carro relativamente novo, os valores serão melhores e o crédito com garantia de veículo pode ser interessante.

O refinanciamento do veículo é ofertado para os negativados, mas nada impede a instituição financeira de analisar o caso e negar o pedido, isto é, o fato de ter um carro não significa que você obterá o crédito. Ele só será liberado se a firma também acreditar que vale a pena.

Refinanciamento de imóveis

O último modelo que mostraremos aqui também é um refinanciamento: o de imóveis. Bastante similar ao que acabamos de explicar, ele tem algumas vantagens em relação ao empréstimo comum, porém nem todo mundo é capaz de pedi-lo. Assim como o de veículo, é necessário ter um imóvel em seu nome para fazer essa solicitação.

O interessante é que as taxas de juros também são baixas, porque há a casa como garantia. Esse modelo é a conhecida hipoteca, em que você pode ter que entregar a residência para a empresa se não pagar as parcelas corretamente. O custo é maior que o de garantia de veículo, mas o crédito recebido é igualmente superior.

Todos os tipos de empréstimo para negativados têm suas vantagens e desvantagens. O indivíduo que precisa pagar dívidas deve analisar cada proposta e decidir qual é mais benéfica para ele. A seguir, veremos quais precauções você deve tomar ao buscar respostas sobre esse tema para não cair em um golpe.

Cuidados na hora de procurar um crédito pessoal

Uma vez que grande parte da população está com o CPF inadimplente, infelizmente, outros se aproveitam dessa situação para fazer com que ela caia facilmente em golpes financeiros. Por essa razão, o cuidado é fundamental ao pedir um empréstimo. Há algumas ações que podem ser seguidas para evitar esse tipo de problema.

Primeiro, desconfie de propostas muito tentadoras. Créditos pessoais devem ser avaliados e levam tempo para serem aceitos. Nenhuma instituição financeira de respeito na área vai concordar em fazer um desses, sem considerar bem todos os fatores.

Além de propostas super convidativas, geralmente, os golpistas pedem uma parte do pagamento adiantado, antes mesmo de você receber o dinheiro deles. Se isso acontecer, pode ter certeza de que é um roubo. Depois que a quantia é depositada, eles somem. Alguns, inclusive, estão fingindo ser empresas de renome por meio de e-mails e mensagens falsas. Dessa maneira, comunique-se com elas somente por canais oficiais.

Um item que auxilia na descoberta de fraudes, é a apresentação da empresa em questão. Sites com erros de ortografia ou que não tenham todas as informações de contato, como telefone, endereço e e-mail, são confirmações de que algo é falso ali. Bancos e financeiras responsáveis jamais omitiriam um meio de comunicação de um cliente.

No próximo tópico, você descobrirá como fazer o processo sem gastar horas do seu dia e de uma forma bem mais simples do que todos estão acostumados! Vamos lá?

Onde fazer empréstimo para negativado

Anteriormente, para entrar com um pedido pessoal desse, era necessário ir ao banco ou à empresa, enfrentar filas e esperar um período até receber a soma requerida. Nos últimos anos, esse processo ficou bem mais fácil. Diversas companhias oferecem o serviço online, sem burocracia e demora.

Dessa maneira, o dinheiro chega até você mais rápido e seu nome pode ficar limpo. Foi dito que na internet há fraudes e golpistas tentando se aproveitar de um momento de fragilidade dos endividados. É verdade, mas nesse espaço há ainda empresas reais e seguras que só querem facilitar o sistema para seus clientes. Por isso, é preciso seguir os conselhos dados aqui e prestar atenção aos detalhes.

Busque informações sobre a companhia e veja se ela tem uma boa reputação. Além disso, esse modelo de instituição normalmente faz outros tipos de trabalho, como seguro de automóveis e financiamentos, então é possível medir bem a confiabilidade dela. Caso fique em dúvida, entre em contato pelo telefone, por exemplo, para sanar sua desconfiança.

Existe mais de uma alternativa para quem está inadimplente e precisa quitar suas dívidas. Para limpar seu nome, é indispensável pesquisar bastante sobre todas as opções e ver qual é a melhor para você. Se não, o resultado pode ser negativo e suas contas podem aumentar em vez de diminuir. Para saber mais sobre empréstimos e serviços financeiros, continue acompanhando o nosso blog!

0 Shares:
Talves goste
Score
Mais

Como Aumentar o Meu Score

Vários brasileiros buscam bancos na esperança de ter aquele empréstimo para quitar débitos que possuem. Quem deseja ser aprovado, deve ter um ótimo score!