Como agendar perícia médica pelo Meu INSS?

Como agendar perícia pelo Meu INSS

A perícia médica é um exame com a finalidade de avaliar condições de saúde que podem ou não caracterizar incapacidade ou capacidade reduzida em realização de atividades laborais. Caso verificado comprometimento no exercício do trabalho de forma a prejudicar a saúde temporário/permanentemente ou ainda uma situação de invalidez, é  possível que o cidadão obtenha o benefícios fiscais e seguro devido à sua condição.

Na eventualidade do acontecimento de alguma doença, acidente ou requerimento de aposentadoria por invalidez, é necessária a perícia médica através do INSS, de modo que haja avaliação da patologia e exames relacionados. Este é um dos procedimentos que pode ser agendado por telefone (135) ou por meio do portal “Meu INSS”, proporcionando mais conforto e rapidez ao requerente. Nesta postagem, vamos ensinar, passo-a-passo, como fazer este agendamento via internet.

É importante, inicialmente, que seja feito um cadastro no site Meu INSS. Explicamos como fazer isso em um dos nossos posts, para conferir, clique aqui! Feito isso, podemos começar!

Passo 1. Faça o login no site “Meu INSS”

Acesse o site Meu INSS e clique em “Entrar”.

Para acessar sua conta, digite seu CPF e clique em “Avançar”.

Uma vez reconhecido o CPF, insira a senha referente ao seu cadastro e clique em “Entrar”.

Passo 2.  Agendar perícia

A página de início do site mostrará algumas opções de escolha para solicitação de serviços. Para o caso, escolha “Agendar Perícia”.

Ao solicitar a perícia, duas opções serão disponibilizadas: “Perícia inicial” e “Perícia de Prorrogação”. A primeira opção corresponde ao primeiro exame para pleito do benefício, enquanto a segunda é referente ao agendamento de perícia para prorrogação de um benefício já existente.

Note que há possibilidade da perícia ser realizada a domicílio ou em um hospital. Para isso, o site informa que o agendamento deve ser realizado normalmente e um representante deve comparecer à unidade selecionada nos horários e datas marcados, portando documentação que comprove a impossibilidade de locomoção ou de internação hospitalar. O representante deve também portar documentos de identificação do periciado.

Considerando um caso inicial, selecionaremos a opção “Perícia Inicial”.

A próxima tela pergunta se o periciado possui um atestado médico. O atestado, deve, obrigatoriamente, seguir os seguintes critérios:

  • Ser legível e sem rasuras;
  • Conter assinatura e carimbo do profissional com CRM (número de cadastro no Conselho Regional de Medicina);
  • Conter informação sobre a doença ou CID (Cadastro Internacional de Doenças);
  • Prazo de repouso necessário.

Munido de seu atestado, clique em “Sim”.

Para prosseguir com o requerimento, o portal pode pedir que você atualize seus dados de contato. Atualize com cuidado os campos de endereço (CEP, tipo de logradouro, logradouro, número, complemento, bairro, UF – unidade federativa e município). Atualize também seus dados de telefone e e-mail. Se aplicável, preencha também dados de um possível endereço secundário.

A próxima tela traz informações acerca da lei 13.982, de 04 de abril de 2020. As informações são as seguintes:

Se concedida, a antecipação de pagamento do auxílio-doença será paga por 30 dias a partir da data do benefício. Caso ainda permaneça incapaz, solicite prorrogação. Caso discorde da decisão, é possível ainda, solicitar novo exame sem apresentação do atestado, que será encaminhado para realização de perícia presencial.”

Mediante clique em “Avançar”, chegaremos à tela abaixo:

Confirme se todos os dados estão corretos. Caso haja algum erro, clique em “Voltar” para correção em páginas iniciais, seguindo os passos já elucidados.

Importante: nessa página devem ser anexados minimamente dois arquivos, sendo eles o documento de identificação e o atestado médico.

  • Documento de identificação: RG ou CNH (Carteira Nacional de Habilitação), frente e verso.
  • Atestado médico

Nota: todos os documentos devem ser digitalizados. Para isso, é possível que seja tirada uma foto de boa qualidade, scan (por meio de impressora) ou digitalização por meio de aplicativos de celular – uma das sugestões é o CamScanner, disponível na Apple Store ou Google Play. Essa é uma das aplicações disponíveis para digitalização e conversão de documentos em formato .pdf, tornando-os passíveis de serem anexados aos campos mencionados.

Feito isso, prossiga para a página seguinte. Insira CEP ou localização que seja mais conveniente para atendimento presencial, conforme figura.

Realize a consulta e escolha uma agência de sua preferência. Clique em “Avançar” para prosseguir com a solicitação.

Feito isso, selecione o órgão pagador, no qual será possível sacar o benefício. Novamente, aconselhamos que seja escolhido um local mais próximo possível à residência ou a de maior conveniência.

Uma vez selecionado o local, será gerada uma página com todas as informações até o momento inseridas. Mais uma vez, confira cuidadosamente os dados de requerente, pagamento e informações adicionais. Uma vez corretas, clique em “Declaro que li e concordo com as informações acima” conforme figura. Clique então em “Avançar”.

Pronto! Agora seu requerimento de perícia médica foi registrado e entrará em análise!

Como saber qual será o dia e horário do agendamento?

Para isso, entre novamente no Meu INSS e, desta vez, clique em “Agendamentos/ Solicitações”; ali será possível consultar qual é a atuação situação do requerimento.

O que devo levar no dia da perícia médica do INSS?

Compareça pontualmente à unidade escolhida com seu horário previamente marcado. Porte consigo:

  • Documentos de identificação original e com foto (carteira de trabalho, CPF e RG);
  • Todos documentos que comprovem incapacidade de trabalho: atestado médico, exames laboratoriais, carta da empresa, comprovantes de tratamento – receitas médicas, prontuário, declarações da empresa ou hospital. Colete também declarações de procedimentos que foram ou que estão programados a serem realizados, tais como cirurgia/psicoterapia relacionadas à doença em questão.

Não consegui fazer o agendamento da minha perícia via internet, e agora?

Você pode também fazer o requerimento por meio da Central de Atendimento, que está disponível de segunda à sábado, das 7 às 22 horas, horário de Brasília. O número de telefone é 135. Ligações são gratuitas por telefone fixo. Há cobrança de ligação local caso seja feita por um celular.

Como faço a consulta do requerimento/benefício da perícia médica?

Para isso, é possível fazer consulta via INSS, teleatendimento 135 ou ainda por meio deste link.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com quem precisa desta informação para pleitear seus direitos.

Sendo uma  empresa especializada em serviços de crédito consignado, te informamos não apenas sobre acesso a serviços, como também podemos te ajudar! Tem mais dúvidas? Fale conosco!

1 Shares:
Talvez goste